Melhores 5 Experiências de Primavera no Alentejo

A primavera é a melhor altura do ano para visitar o Alentejo. O calor ainda não é sufocante, como no verão, o tempo já convida ao passeio e a paisagem apresenta-se verde, ao contrário do amarelo, que predomina na estação mais quente. Vejamos algumas dicas de experiências para explorar o Alentejo na primavera.

Passeio de barco no Alqueva com almoço

Esta experiência irá acabar, para sempre, com o preconceito de que o Alentejo é uma terra quente, árida e onde a seca é uma constante. Os cruzeiros podem incluir almoço, permitindo-lhe desfrutar da paisagem, da tranquilidade, enquanto o guia turístico conta “estórias” sobre o Alqueva e aquilo que o Alentejo terá a esperar da sua “superbarragem.”

Piquenique numa vinha

Os apaixonados pelo vinho aguardam pelo outono para participar nas vindimas, mas a primavera também convida a uma visita para apreciar as novidades vínicas e fazer um agradável piquenique, rodeados pelos intermináveis vinhedos da região.

Passeio pela Serra de S. Mamede

Chamaram a Castelo de Vide a “Sintra do Alentejo”, pelo seu ar apalaçado e pela presença da serra de S. Mamede. A poucos quilómetros dali, as muralhas do Marvão evocam ainda os invasores espanhóis e, mais remotamente, o seu fundador islâmico, Ibn Marwan.

Visita à Ovibeja

A Ovibeja é a grande referência em termos de mostras agrícolas do Alentejo e é uma das maiores feiras agrícolas nacionais, acontecendo todos os anos, entre os finais de abril e os princípios de maio. Além dos expositores e dos concertos noturnos, a Ovibeja é um ótimo pretexto para passar alguns dias numa unidade de turismo rural da região e conhecer, além da própria cidade de Beja, os seus arredores, como as vilas históricas de Cuba e Vidigueira.

Passeio de balão

Balloon rideLentamente, bem ao ritmo do Alentejo, um passeio de balão permite-lhe admirar a grande planície na sua plenitude, com os montes, vinhedos, olivais e, ao longe, as albufeiras e os castelos. No Baixo Alentejo, entre Castro Verde e Beja, diversas empresas permitem-lhe conhecer a região de uma forma diferente.