Visitar o Alentejo: Saiba o Essencial

Num artigo recente, o jornal britânico “Telegraph” elencou uma série de pontos essenciais para visitar e conhecer o Alentejo, que também se aplicam aos turistas portugueses. Vejamos algumas sugestões de viagem ao Alentejo:

Hotéis

O “Telegraph” preparou-se para enviar os seus leitores para todo o Alentejo. Para os que procuram um “city break” numa cidade Património Mundial, apontou o M’ Ar de Ar Muralhas, em Évora. Para os amantes do turismo rural perto do “unspoiled” (intacto, não massificado) Litoral Alentejano, a Herdade do Touril, na Costa Vicentina. Para quem procura sentir a História, a pousada D. João IV, em Vila Viçosa – a vila de onde o rei saiu para liderar o novo governo português em 1640.

Restaurantes

Alentejo restaurantsNo mesmo sentido, os restaurantes escolhidos pelo jornal inglês revelam a diversidade que se pode encontrar a região. O “Telegraph” sugeriu O Necas, em Vila Viçosa, famosa pelo seu palácio real, e também dois restaurantes na Zambujeira do Mar, a praia do grande festival de música: O Sacas e A Barca Traquitanas.

Como chegar

Se o jornal inglês mencionava a facilidade dos voos “low-cost” para Lisboa, aqui iremos mencionar as autoestradas e as suas alternativas. A Ponte Vasco da Gama é a grande entrada para o sul, uma vez que a Ponte 25 de Abril serve, hoje em dia, só mesmo para a margem Sul e o distrito de Setúbal acederem a Lisboa. Porém, para quem vem do Norte, a A10 (do Carregado até ao entroncamento com a A13) e a A13 (na travessia em Santarém) podem constituir-se como alternativas. Mas, para chegar ao Alto Alentejo, o viajante deverá apanhar a A23, que liga as Beiras Alta e Baixa a Lisboa, e cruzar o Tejo em Abrantes ou Belver.

Pontos de Interesse

Entre outros, o “Telegraph” sugeriu:

    • Arraiolos, onde as tecedeiras continuam a fabricar os tapetes que parecem evocar um passado de influência islâmica;
    • Monsaraz, uma de várias vilas históricas e amuralhadas, cenários de guerras passadas que perscrutam hoje a paz que se vive no horizonte alentejano.

O jornal britânico esqueceu-se de mencionar que o Alentejo possui um casino, em Troia, no concelho de Grândola. Os visitantes podem apanhar um “ferry” em Setúbal ou contornar todo o imenso estuário do Sado, passando por Alcácer do Sal. Contudo, se preferir rumar ao coração ao Alentejo, pode jogar JackpotCity Casino, descarregando a aplicação para o seu “smartphone”.